Exit
revoltado

Não existe outro meio, pois é sempre por ela que tudo começa, pela não aceitação de uma opressão prolongada e pela coragem para reverter a situação de uma vez por todas

A Revolta é o início, não existe a possibilidade de Deus Se manifestar se não for por meio da *Fé-Revoltosa! Deus disse a Gideão: “Vai nessa tua *força e livra Israel”, e foi aí que tudo começou, a Revolta inflamou no seu interior para livrar, para resolver o problema.

Todos querem clamar, ouvir a profecia, mas a separação acontece na expressão máxima da Fé: O Sacrifício.

Quando os midianitas e povos do oriente invadiam a terra e levavam bois, ovelhas, camelos, jumentos – não deixando nada -, é mais do que claro que a situação já poderia ter sido resolvida (anos antes, por meio do Sacrifício para o Deus-Vivo).

Ao apresentar o cabrito, bolos amos e o caldo… Gideão apresentou a sua condição, mas, quando fez o Sacrifício do segundo boi, Gideão apresentou o máximo da sua Fé-Revoltosa!

Antes, o que ficava em evidência era toda a força dos midianitas contra Israel, mas, agora, para Deus ficar em evidência, era preciso ser apresentada toda a força da Fé de Gideão (Sacrifício)!

Muitos, por meio do sacrifício feito à sua maneira, mostram a sua condição, porém, fica em falta a expressão máxima da sua Fé (o Sacrifício que Deus pede). Deus não precisava do segundo boi (Deus não precisa de nada), mas Gideão precisava da manifestação de Deus, por isso, apresentou o boi que representava toda a sua entrega, toda a força, confiança, obediência, revolta.

Humanamente falando, não havia solução, estavam todos escondidos nas cavernas, covas e fortificações já por 7 anos e essa situação afrontava a Fé-Inteligente de Gideão, pois ele não aceitava viver como um covarde, derrotado, infeliz, amargurado.

Gideão estava rotulado como o menor da família mais pobre, porém, a Revolta o fez tornar-se Juiz, primeiro-ministro de Israel.

Todos, para os quais Deus Se manifestou e ficou em evidência, manifestaram essa característica: A FÉ-REVOLTOSA MATERIALIZADA POR MEIO DO SACRIFÍCIO.

Os que não se revoltam contra a situação são escravizados, oprimidos e mortos, e essa tem sido a condição de muitos diante dos problemas. Porém, não basta ter Revolta, é preciso ser a Revolta da Fé, que é o Sacrifício voluntário, só aí, então, Deus Se Manifesta e fica em evidência na vida do que Lhe obedece.

Quando tenho uma Fé-Revoltosa, o grande problema que enfrento torna-se uma grande oportunidade e a opção para Deus Se Manifestar, já que o Sacrifício só tem poder quando é apresentado com a Fé revoltosa.

Os que não têm essa Fé-Revoltosa, não têm disposição para Sacrificar e, por isso, devem buscá-la em Deus, pois, somente Ele tem a capacidade de acender no nosso interior esta Fé-Revoltosa.

Deus é contigo e nós também!

Bjf

Deixa o seu comentário

13 comentários

  1. Comment by jeisa

    jeisa Responder 10 de Abril 2016 as 02:06

    bom a FE-REVOLTOSA nos vamos obter as promessas de DEUS e so FE mas sem revolta pra nada adianta ..o nosso sacrifício tem que ser o nosso tudo e o nosso melhor ,porque essa e uma grande oportunidade de mudar de vida

  2. Comment by Joyce Holanda

    Joyce Holanda Responder 1 de Dezembro 2015 as 16:57

    Olá Bispo boa tarde.

    Muitos confundem a revolta, com a emoção que o coração lhe impõe, mesmo sabendo que essa emoção não trás resultado algum em suas vidas.

    Somente a revolta baseada em atitudes inteligentes, no altar, na entrega do sacrifício e que essa pessoa poderá ver a sua fé sendo materializada. Dizer que tem uma fé revoltosa não basta, dizer que crer no sacrifício não basta, enfim, somente ficar na teoria não basta.

    Só os que manifestaram essa revolta é que pode ver Deus se manifestando de forma grande em suas vidas.

    Deus abençoe bispo, na fé.

  3. Comment by Alexandre

    Alexandre Responder 30 de Novembro 2015 as 08:07

    Bom dia
    Quando a pessoa deixa de fazer oque ele quer é faz o que Deus pede ficando na Sua total dependência então, aqueles problemas que eram muitos se tornam insiguinificante.

  4. Comment by Audrey

    Audrey Responder 27 de Novembro 2015 as 22:46

    Boa noite sr Bispo.

    Sei que na fogueira Santa, o diabo se levanta contra a gente. A lutar se torna mais forte, os problemas acressentam… Para mim, acho que nessa fogueira Santa essa luta acontece comigo mesma. Não tenho problemas fora, mas sim um conflito d’entro de mim: jejuar parece mais difícil do que antes, gerar o meu sacrificio tambem… Estou a ver que não e mais uma fogueira Santa, e a opportunidade. Comencei fraca, mas essa mensagem me faz entender como tenho que fazer para despertar essa fé- revoltosa dentro de mim. Estou determinada!

    Deus abençoe!

  5. Comment by Samuel Cruz

    Samuel Cruz Responder 27 de Novembro 2015 as 19:41

    Verdade, a fé não fonçiona sem revolta.
    Gideão era a pessoa mais ‘pequena’ da cidade inteira mas Deus escolheu ele por causa da sua revolta.
    A gente tem que fazer o que Ele quer e não o que a gente quer.
    O segundo boi mais novo é muito valioso e Deus não precisa desse boi, ele quer testar a nossa fé.
    Lutar até o fim com Ele ao nosso lado.

  6. Comment by Daniel

    Daniel Responder 27 de Novembro 2015 as 17:57

    Olá bispo boa tarde!

    Antes do sacrifício, Gideão não tinha nada!
    A não ser o 2º Boi que Deus pediu e que era do seu pai, pois era o seu máximo! E nem casa possuía pois morava na caverna, lugar usado como Sepultura no passado! E depois da sua obediência através da Fé -Revoltosa no Altar, a pergunta é: Quantos Bois, quantos camelos, quantos kilos em ouro, prata que Gideão conquistou após a Vitória que Deus lhe deu?
    É algo gigantesco! Algo sobrenatural, Gideão se tornou poderoso naquelas terras, de homem do campo a general de guerra! Do menor a Juiz em Israel ! Do mais pobre ao mais rico entre eles,
    Deus o honrou.
    E é isso que vai acontecer na vida de todos os Revoltados que vão para o Altar de Deus!

  7. Comment by Marciano Aureliano

    Marciano Aureliano Responder 27 de Novembro 2015 as 16:56

    Bispo, como o sr falou em textos anteriores e mais fácil do que imaginamos, ver as pessoas se ajustarem a atual situação.
    Eu considerava a minha situação “legalzinha”, mesmo como obreiro, mas GRAÇAS A DEUS entendi que só o fato de achar que eu não preciso mudar já estou sendo derrotado.

    Eu entendi o que o SENHOR DOS EXERCITOS precisa para descer, e estou decidido.
    Porém vejo que essa condição de INCOMODADO* deve permanecer comigo, só assim terei o próprio SENHOR como meu sócio.

  8. Comment by Luis Graça

    Luis Graça Responder 27 de Novembro 2015 as 15:06

    Boa tarde bispo.

    O povo ate clamava ou seja tinha fé para clamar, mais esta fé não estava acompanhada com a revolta, por isso é que a situação não mudava.
    E cada um de nos tem que ter a noção que a responsabilidade de mudar a nossa vida não esta em Deus, ou no diabo.

    A responsabilidade é nossa quando assumimos a nossa fé revoltosa.

  9. Comment by Pedro Rebelo

    Pedro Rebelo Responder 27 de Novembro 2015 as 15:06

    Boa tarde Bispo Julio e a todos a mae da Fé e a Revolta, a fe revoltosa a fe que produz resultados positivos na nossa vida ora se a nossa fe nao tem a mae que e a revolta entao passa a ser uma fe orfa sem rumo e sem direccao por isso uma fe sem frutos na nossa vida.

  10. Comment by Maik D'Oliveira Cresta

    Maik D'Oliveira Cresta Responder 27 de Novembro 2015 as 14:11

    Bom dia Bispo,
    E nessa fé que eu estou, chegas de viver, a mesma mesmice de vida que levo esses anos todos, estou detreminado a mudar está situação. Poder começar uma nova história na minha vida é por isso que vou com tudo para o altar, não fazer mais o meu querer as minhas vontades pois sö perdi com isso.

    Suisse, La Chaux De fond

  11. Comment by Francisco Baiadori

    Francisco Baiadori Responder 27 de Novembro 2015 as 13:00

    Boa tarde Bispo!

    Quando esta Fé-Revoltosa é colocada em prática através do verdadeiro sacrifício para o Deus-Vivo, é impossível qualquer pessoa continuar a viver na opressão dos problemas, pois a mesma leva a pessoa a se libertar do medo e da covardia.

    Interessante, bispo, que em Apocalipse 21 a Bíblia fala sobre uma lista dos que vão ser condenados e passarão a eternidade no lago de fogo e enxofre, e o primeiro tipo de pessoa que lá menciona são os covardes e depois os incrédulos. Podemos ver aqui, que, quem não tem esta Fé-Revoltosa e não a pratica, está colocando a sua própria Salvação em risco.

    Obrigado pela atenção e cuidado!

  12. Comment by Katia Taborda

    Katia Taborda Responder 27 de Novembro 2015 as 12:52

    Boa tarde Bispo Julio.
    Everdade como senhor falou sem fe revoltosa nao acontece nada.  Porque não é suficiente apenas ter uma revolta, mas se não houver fé, entao essa revolta não irá funcionar em nossa vida. Eu lembro quantas vezes eu tinha essa revolta mais faltava mesmo fe para alcançar tudo que eu queria que acontecia na minha vida. Por isso nao conseguia ve os resultados certos. Mais quando eu usava a revolta com fe tinha resultados e eu conseguia chegar a onde queria. Porque vivia em sacrifício. E como na vida do Gideao tinha esse resultados, então na vida qual que pessoa que vai ter esse resultado também quando essa pessoa vai obediente e praticar tudo o que Deus pede. E agora eu vivo nessa mesma fe revoltosa.
    Muito obrigada.

  13. Comment by Fábio Medeiros - FJE Açores - Ponta Delgada

    Fábio Medeiros - FJE Açores - Ponta Delgada Responder 27 de Novembro 2015 as 11:34

    Bom dia sr.Bispo,

    O povo por causa da desobediência ficou em um caos durante 7 anos.

    DEUS pediu a Gideão um boi de 7 anos.

    Ou seja, assim como pelo sacrifício para o diabo(“baal”) o povo ficou na plenitude(“7 anos”) da miséria, assim como no sacrifício para DEUS o povo ficou na plenitude da prosperidade e paz(“boi de 7 anos”).

    O Sacrifício transforma a plenitude da maldição na plenitude da Bênção.

Close
Go top