Exit

O vício hoje é considerado pela medicina como uma doença incurável, progressiva e fatal.

Tudo porque, mesmo diante de inúmeros tratamentos, métodos e fórmulas, ainda não conseguiram descobrir a verdadeira origem do vício.

Milhões vem sendo gastos em pesquisas que tentam entender que força é essa que escraviza e domina pessoas no mundo inteiro.

Alguns experimentos já provaram que a substância não é a responsável por essa dependência, mas ainda não sabem ao certo o que causa o desejo incontrolável na mente do viciado .

Porém, o tratamento para cura dos vícios vem provando que a origem do vício é espiritual. Que o vício na verdade é uma doença espiritual com consequências físicas, familiares e sociais.

Existem três origens que dão início a essa doença espiritual:

1º – HERDADO: Significa que o vício teve origem na família! O pai, um tio, um avó, algum familiar que já sofreu com os mesmos vícios ou sofrem até hoje.

  • Nesse caso, o viciado muitas vezes, herda não só o vício do familiar como também passa a ter as mesmas características dele.

2º – MANDADO: Nesse caso, a origem do vício se dá através de um trabalho espiritual, inveja ou palavra de maldição.

  • Quantas esposas perderam seus maridos para o vício após uma mulher ter feito um trabalho para virar a cabeça dele!
  • Quantas mães ouviram de uma outra mãe que gostariam que seu filho fosse igual ao dela e a partir daí ele se transformou!
  • Quantos profissionais foram invejados e acabaram entrando nos vícios e perderam tudo!

3º – PROVOCADO: Já nesse caso, a origem dos vícios se deu através dos lugares frequentados e amizades mal feitas.

  • Muitas pessoas por frequentarem lugares propícios ao vício e terem como companhias pessoas viciadas acabaram se deixando levar e caíram na armadilha dos vícios.
  • Eles provocaram essa situação e permitiram que o espírito do vício entrassem em suas vidas .

Você pode estar perguntando, mas qual a credibilidade dessa tese?

Uma tese para ser aceita precisa de três coisas:

  1. Argumentos
  2. Fatos
  3. Dados

O tratamento para cura dos vícios tem tanto o argumento como os fatos e os dados de milhares de pessoas curadas.

Os resultados desse tratamento comprovam sua eficácia!

Acesse: viciotemcura.com

Colaborou: Bispo Cláudio Lana

Deixa o seu comentário

3 comentários

  1. Comment by Liliana Carvalho

    Liliana Carvalho Responder 28 de Abril 2017 as 09:07

    Bom dia Bispo.

    Ao acompanhar a TV Universal pela internet pude ter essa noção há poucos meses atrás. Num vídeo em que o Bispo Formigoni comprova que o vício não é provocado pelo pó da substância mas sim por um espírito.
    No meu país onde sou descendente, que é Cabo Verde, a erva que é utilizada como ganza aqui em Portugal em Cabo Verde é utilizado para aliviar as dores.
    Isso é tão claro como a água. Como eu ser humano vou snifar gás de bomba que eu sei que pode levar-me à morte?! Como eu vou pegar carvão (como vi uma rapariga que foi liberta em Moçambique) que aprendemos na escola que é tóxico e vou me viciar?!
    Vemos pessoas que são licenciadas, mestradas que sabem de frente para trás e detrás para a frente que os vícios trazem consequências graves e que pode levar à morte e elas entram nesse mundo. E são pessoas que para a sociedade são consideradas muito inteligentes!!
    Mais do que com certeza é um espírito só não vê quem não quer.

  2. Comment by Marly oliveira

    Marly oliveira Responder 27 de Abril 2017 as 21:57

    Thauan oliveira da costa.foi nascido eu ja era da iurd agora esta nos vicios.maconha cigarro bebida.mas compania.estou lutando mais quando tudo parece q esta tudo igual.mas nao desisto.frequento a iurd 24anos

  3. Comment by André Luiz da Silva

    André Luiz da Silva Responder 26 de Abril 2017 as 19:20

    Já está mais que comprovado que vicio tem cura, contra fatos não há argumentos, agora você aí que tem um vicio em vez de ficar duvidando ou criticando tome uma atitude de vir ao tratamento e comprove com seus próprios olhos que vicio tem cura.
    obs: Ah, e não se espante se você sair daqui curado!

Close
Go top