Exit

Quem são? O que os faz ser desse jeito e quem decide a que grupo faz parte?

Quem fez a distinção foi o Próprio Senhor Jesus, pois é dessa forma que Ele vê o ser humano na sua relação com Deus: frios, mornos ou quentes.
Em primeiro lugar, importa analisar e saber a quê o Senhor se refere quando nomeia cada um de acordo com a “temperatura”.

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da Minha boca.”
(Apocalipse 3.15-16)

O Senhor começa por dizer “Conheço as tuas obras”, ou seja, Jesus sabe de quem e para quem está falando, para além de ser conhecedor do que aquela pessoa faz ou deixa de fazer. E o que são as “obras”? São o produto da nossa fé, pois a Bíblia diz que “a fé sem obras é morta”… E, assim, Ele distingue em primeiro lugar o “frio”, em segundo o “quente” e por último o “morno”, que é aquele que nem é frio e nem quente, para Ele, o pior de todos.

O frio – A sua fé está morta, pois não tem obras para mostrar. Vive com base nos seus próprios conhecimentos, experiências, e confia unicamente na força do seu braço. Para ele, Deus é uma figura criada pelo ser humano, com a qual não tem qualquer relacionamento. E se diz crer em Deus é apenas de forma religiosa, tradicional e nada mais, mostrando-se indiferente aos Mandamentos, Promessas e Planos de Deus.

O morno – Não é frio, nem quente (fato que o Senhor Jesus repete três vezes)… está no meio. E por estar no meio, em “cima do muro”, o Senhor o adverte, dizendo estar a ponto de o “vomitar da Sua boca”. Por fora aparenta ser um crente zeloso, mas por dentro pior que o “frio”, por isso a sua fé é hipócrita. Quando as coisas vão vêm, lhe favorecem, até tenta demonstrar gratidão a Deus com palavras… mas claro, tudo da boca para fora, porque quando as coisas não saem bem, ou não acontecem como pedido, planejado ou esperado, logo murmura, culpa aos outros, a Igreja, a Deus, etc.

O quente – A sua fé está viva, obediente, sacrificial, perseverante, forte, pois tem obras para apresentar. Dá prioridade ao mais importante, o seu relacionamento com Deus e é n’Ele que o “quente” investe. As suas vestes são alvas, pois vive afastado do pecado… apesar de ser pecador e falho, mas não insiste no erro e, se assim se mantiver (se cuidar para não “arrefecer” ou “esfriar”), será o vencedor, aquele que se Assentará no Trono, com o seu Senhor.

São as nossas obras que determinam o grupo a que pertencemos, ou seja, se a nossa fé está morta somos frios, se está vermelho vivo, somos quentes e se somos meros hipócritas, conhecedores da Verdade, da fé, sem que a pratiquemos, então, somos mornos e, para estes, o Senhor Jesus deixa o seguinte Conselho:

“Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de Mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a Minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele Comigo. Ao que vencer lhe concederei que se assente Comigo no Meu trono; assim como Eu venci, e Me assentei com Meu Pai no Seu trono. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

(Apocalipse 3.17-22)

Deus é contigo, e eu também!

Bjf

Deixa o seu comentário

Close
Go top