Blog Mensagens

Algo simples mais IMPORTANTÍSSIMO

27 de Agosto 2020

Algo simples mais IMPORTANTÍSSIMO

“Mas a pessoa que fizer alguma coisa temerariamente, quer seja dos naturais quer dos estrangeiros, injuria ao Senhor; tal pessoa será extirpada do meio do seu povo.” Números 15:30

— Hoje através do sacrifício do Senhor Jesus, sabemos que Deus nos perdoa de todo pecado, porém é impossível escapar das consequências e frutos dessa semente do mal. Mesmo que esse Perdão venha do Altíssimo, Ele não nos inocenta das suas consequências, justamente para que venhamos a amadurecer, adquirir sabedoria, e servir de exemplo para os outros não cometerem o mesmo erro.

— Quando a Bíblia descreve os erros dos filhos de Israel, não fala na intenção de criticar, humilhar ou pôr um dedo na ferida, mas para que venhamos a nos espelhar e nos corrigir. Entre tantos motivos essa é razão pela qual não devemos criticar, julgar e apontar os erros dos demais inclusive para não sermos os próximos na fila a cair, veja:

“Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” 1 Coríntios 10:12

— Deus pesa a intenção do coração!

“Pois desprezou a Palavra do Senhor, e anulou o Seu Mandamento; totalmente será extirpada aquela pessoa, a sua iniquidade será sobre ela.” Números 15:31

Desprezar = Não dar o valor devido, anular o seu poder.

A Palavra de Deus contem a disciplina necessária para uma vida longa e abençoada em todos os sentidos, e quando A desprezamos é porque estamos dando ouvidos às palavras de “outros”, vindas de várias fontes, entre mais comuns a da “família” e a do “diabo” e pior ainda, inclusive do nosso próprio “Eu”, “Ego”, “Nosso jeito”, “Nossas opiniões”, “Nossos medos”, “Nossas ansiedades”, e a lista segue… etc.

— Quem ama essa Disciplina Divina sabe reconhecer a origem dessas vozes e tem discernimento para não desprezar a Palavra do Deus-Vivo e não se deixa influenciar pelo coração enganoso, que é justamente onde os espíritos enganadores fazem a “festa”. Ao inclinar os nossos ouvidos a uma palavra, sugestão que não vem de Deus anulamos o Mandamento Divino e a Aliança que fizemos com Ele, desse jeito começamos a enfraquecer, quebramos a fidelidade que prometemos ter para com o Altíssimo, e tudo isso por priorizar as nossas próprias vontades.

— Temos que nos policiar, para nunca perdermos a sensibilidade para ouvir, reconhecer e obedecer à Voz de Deus.

“Estando, pois, os filhos de Israel no deserto, acharam um homem apanhando lenha no dia de sábado. E os que o acharam apanhando lenha trouxeram-no a Moisés e a Arão, e a toda a congregação. E o meteram em prisão, porquanto ainda não estava declarado o que se lhe devia fazer. Então disse o Senhor a Moisés: certamente será morto o homem; toda a congregação o apedrejará fora do arraial. Levaram-no, pois, para fora do arraial, e o apedrejaram, de modo que ele morreu; como o Senhor ordenara a Moisés.” Números 15:32-36

— Esses versículos nos mostram um homem que resolveu desobedecer deliberadamente aos Mandamentos e a Disciplina Divinos, ele quis prover para si mesmo no dia proibido por Deus, e não zelou pela prática da Palavra de Deus, agindo pela sua própria consciência e por tal motivo se transformou em um exemplo negativo, morrendo de forma tão drástica, violenta e se tornando assim uma montanha de pedras que serviria para testemunhar a sua desobediência.

— Alguns estão no nosso meio, servindo a si mesmo, andando no seu próprio conselho, vivendo na vaidade, na cobiça, na indisciplina, no pecado escondido, perdendo o foco do Altar, e arriscando perder o mais importante, a sua salvação a exemplo daquele homem que deu ouvidos a voz do coração; tirando os seus olhos do Senhor, do Tabernáculo e do Altar e fixando-os em suas próprias necessidades, julgando que não seria nada grave desobedecer ao Mandamento de Deus.

— O que muitos poderiam não entender é que a causa da sua morte não foi apenas por recolher a lenha no dia em que não era permitido, este homem morreu por ser desobediente, indisciplinado e desrespeitar o Mandamento do Senhor. Tudo o que Deus estava lhe pedindo era santidade.

— E é Santidade o que Ele nos pede hoje, que sejamos separados e consagrados para Ele, para o nosso próprio bem, segurança e bem-estar; anulando a voz do nosso coração para obedecer a Voz de Deus, não nos deixando levar pelo que nós vemos. E lembre-se, somos Santos quando obedecemos e praticamos a Palavra de Deus com disciplina.

“Disse mais o Senhor a Moisés: Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes que façam para si franjas nas bordas das suas vestes, pelas suas gerações; e que ponham nas franjas das bordas um cordão azul. Tê-lo-eis nas franjas, para que o vejais, e vos lembreis de todos os mandamentos do Senhor, e os observeis; e para que não vos deixeis arrastar à infidelidade pelo vosso coração ou pela vossa vista, como antes o fazíeis; para que vos lembreis de todos os meus mandamentos, e os observeis, e sejais santos para com o vosso Deus. Eu sou o senhor vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito para ser o vosso Deus. Eu sou o Senhor vosso Deus.” Números 15:37-41

Por isso, todas as vezes que tomemos conhecimento da queda espiritual de alguém, da sua reprovação no Altar – Obra de Deus, olhemos para nós mesmo e busquemos nos policiar para não erramos como eles erraram.

Deus conta contigo, e eu também.

Te vejo na IURD ou nas Nuvens!
Bjf

Anterior

27 Agosto

Seguinte

Katy Texas – USA


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.