Mensagens

O leproso que se tornou o Dízimo

5 de Agosto 2019

O leproso que se tornou o Dízimo

A Bíblia conta a história de DEZ homens que saíram ao encontro de Jesus porque tinham uma necessidade. Todos eles eram leprosos.

Como qualquer leproso, viviam separados de tudo e de todos, sem reconhecimento por parte de ninguém. Infelizmente, este cenário não é tão estranho assim para muitas pessoas.

Ao verem Jesus entrar na aldeia, decidiram correr o risco e saíram-lhe ao encontro. Sem dúvida, um ato de Fé. Contudo, diz a Escritura, “pararam de longe”. Como não podiam chegar perto, nem tocar em Jesus, usaram o que tinham: a voz. Ao contrário do que pensamos, Jesus não os curou. Jesus apenas disse “ide, e mostrai-vos aos sacerdotes”. Indo eles, “ficaram limpos.”

Se eles ficaram curados no caminho significa que a “primeira” pessoa que os iria ver curados era o sacerdote. Por outras palavras, os “primeiros frutos” da sua vida transformada seriam apresentados a “outro” em vez de Jesus Cristo.

Porém, UM destes DEZ homens terá pensado: O único que merece ser o “primeiro” é Aquele me curou. E retornou.

Diz a Sagrada Escritura que quando ele voltou para Jesus

“… caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças” (Lucas 17:16)

É bem possível que ele tenha dito: EU VOLTEI PORQUE CONSIDERO O SENHOR COMO PRIMEIRO. EU RECONHEÇO QUE O SENHOR ME RECEBEU LEPROSO, POR ISSO AGORA EU VOLTO LIMPO. TOMA TUDO O QUE SOU.

E então Jesus

“… disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou” (Lucas 17:19)

Agora sim, ele poderia ir, curado, salvo e o próprio Dízimo.

O próprio Dízimo? Exatamente.

Quantos foram os leprosos curados? DEZ

Quantos retornaram? UM

Quanto é o Dízimo de DEZ?

Pr César Ribeiro


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.