Mensagens

Se não é inveja… é o quê?

24 de Abril 2019

Se não é inveja… é o quê?

Uns justificam com o facto de serem humanos e apenas desejarem o mesmo para si… outros simplesmente não escondem a inveja que obscurece o seu coração e os cega de raiva

SOMOS HUMANOS… é ponto assente e inegável, já que esta realidade justifica e nos permite compreender muitas, se não a grande maioria, das nossas reações. Alegria, tristeza, medo, desejo, vontade, amor e até mesmo uma incontrolável raiva… são tudo emoções humanas, sendo que é contra as negativas que muitas vezes temos que lutar interiormente.

Mas, agora, responda a esta questão: será que é possível alguém estar bem com Deus e ficar infeliz ou incomodado com o sucesso, superação ou aprovação do seu irmão na fé? Simplesmente, esta é uma emoção que o cristão não pode ou não deve acalentar, já que a mesma vai contra os princípios daquilo que ele professa.

Existe um exemplo na Bíblia em que tal aconteceu… um irmão, inclusivamente de sangue, ficou a olhar para o chão ao invés de olhar para o Alto, ficou triste ao invés de ficar alegre, tudo porque o seu irmão foi aprovado e ele não… falamos de Caim.

Porém, não foi quando Caim teve inveja de Abel, seu irmão, que a sua queda se desenrolou… a queda de Caim se proporcionou quando ele desprezou o Altar de Deus. A partir daí, ele começou a arquitetar planos repletos de malícia e de ódio, tal como muitos o fazem hoje em dia, inclusivamente, os que se dizem “homens de Deus”, o que revela apenas uma coisa: a ausência do Espírito Santo.

Pois, uma pessoa com o Espírito de Deus não planeja prejudicar ninguém… JAMAIS! ISSO É ANTI-BÍBLICO! E Caim, ao agir daquela forma, estava a assumir o seu verdadeiro caráter, o seu egoísmo, o seu orgulho, que cega a pessoa, que não permite que ela se enxergue a si mesma.

A grande verdade é que uma pessoa orgulhosa culpa a todo o mundo menos a si mesma. Mas, se você admite que muitas vezes dá por si, na sua mente, a arquitetar ou a desejar o mal contra alguém, ao menos você está a reconhecer, todavia, afirmo-lhe já que isso é a ausência do Espírito Santo, independentemente da posição que você possa ocupar na Igreja.

Caro leitor, um claro sinal de que a pessoa está mal espiritualmente, é o sucesso dos outros começar a incomodá-la. Pois, quando a pessoa está mal neste âmbito, ela preocupa-se em “aparecer” para os outros, já quando ela está bem espiritualmente, a sua única preocupação é sempre e constantemente em “aparecer” para Deus. Medite sobre isso!

Eia!!!

— BJF

Pare de dar desculpas e comece a fazer o que Deus Quer que você faça.

— BJF

Anterior

24 Abril

Seguinte

Momento de oração


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.